20 novembro 2016

Quem nunca?



Quem nunca?
Copiou o projeto com papel manteiga, nunca pegou o caminho mais curto;
Pensou que Urbanismo era apenas um sobrenome e mesmo assim não desistiu de tentar, quem nunca?
Perdeu sono pensando no projeto final, quem nunca?
Gastou os últimos 20 reais com plotagem, não sabe o que é se sentir duro, e o pior, ter que escolher entre gastar com a faculdade, ou com diversões, quem nunca?
Se aproveitou do grupo de projeto, não sabe como é  ter a vida calma, quem nunca, né?
Pensou que por saber desenhar iria bem em todas as matérias, quem nunca?
Fez um projeto no dia da entrega, não sabe como é bom viver no limite;
Quem nunca, manchou a maquete de cola, não sabe o que é se sentir porco;
Quem não teve que parar de comprar roupas, para comprar estiletes, cola, papel, lapiseiras, prancheta, esquadro, não sabe o que quanto papelaria é viciante;
Quem nunca baixou AutoCad sem pagar, não sabe o que é se sentir um pirata;
Quem nunca ficou o fim de semana em casa projetando, nunca sentiu prazer no que faz;
Quem nunca ficou viciado em café, não sabe o que é virar a noite projetando;
Quem nunca cortou o dedo, nunca fez maquete no dia da entrega;
Que nunca pensou em desistir do curso, nunca sentiu o gosto da vitória e felicidade por continuar.